sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Papa aos membros das pontifícias academis: promover humanismo cristão

Papa aos membros das pontifícias academis: promover humanismo cristão - 28/01/2010 - 12:47

Bento XVI recebeu em audiência, nesta quinta-feira, no Vaticano, os membros das Pontifícias Academias que se reuniram ontem na sede do Conselho de coordenação das Pontifícias Academias para refletir sobre o tema "A formação teológica do presbítero".


Durante o evento, foi entregue o prêmio das Pontifícias Academias, em nome do Santo Padre, ao teólogo leigo estadunidense, John Mortensen, autor de uma tese de doutorado na Pontifícia Universidade da Santa Cruz, em Roma, centralizada na analogia de Santo Tomás de Aquino.


O prêmio é entregue a cada ano pelo papa a jovens estudiosos, artistas ou instituições que tenham se destacado na promoção do humanismo cristão.


"Diante do relativismo que domina a cultura atual, serve uma formação que promova o homem em sua integralidade" – disse Bento XVI aos membros das Pontifícias Academias.


"A falta de pontos de referência ideais e morais, que penaliza particularmente a convivência civil, mas, sobretudo, a formação das jovens gerações, deve corresponder a uma oferta ideal e prática de valores e verdade, de fortes razões de vida e de esperança, que possa interessar todos, sobretudo os jovens" – acrescentou o papa.


Bento XVI sublinhou que tal compromisso deve ser particularmente obrigatório no âmbito da formação dos candidatos ao ministério presbiteral como exige o Ano Sacerdotal e como afirma o tema deste ano escolhido pelas Pontifícias Academias.


O papa frisou que a cultura atual e, mais ainda os fiéis solicitam continuamente a reflexão e a ação da Igreja nos vários âmbitos onde emergem novas problemáticas, sobretudo na pesquisa filosófica e teológica das Pontifícias Academias.


"Nestes delicados espaços de pesquisa e compromisso, vocês são chamados a dar uma contribuição qualificada, competente e intensa, a fim de que toda a Igreja e em particular a Santa Sé, possa dispor de ocasiões, linguagens e meios adequados para dialogar com as culturas atuais e responder de maneira eficaz aos desafios que a interpelam nos vários âmbitos do saber e da experiência humana" – disse ainda o Santo Padre.


Bento XVI finalizou seu discurso, desejando que as Pontifícias Academias "sejam hoje instituições vivas, capazes de entender as sociedades e as culturas, as necessidades e as expectativas da Igreja a fim de oferecer uma adequada e válida contribuição em favor da promoção de um autêntico humanismo cristão – concluiu o pontífice.

Última Alteração: 12:47:00
Fonte: Rádio Vaticano
Local:Cidade do Vaticano
Inserida por: Administrador

Nenhum comentário:

Postar um comentário